PERFIL

Apelido: no food
Idade: entre 18 e 25 anos
Local: Brasil

---------------

Meta 1: 65 kg [x]
Meta 2: 60 kg [ ]
Meta 3: 55 kg [ ]
Meta 4: 50 kg [ ]
Meta 5: 47 kg [ ]
Perfect: 45 kg [ ]
---------------

FRIENDS

*LF*
Ana Paula
Ana Rochelle
Ana Blood
Anita
Anna make me pretty
Andie
Ani.
Aninha
Anna Dark
Anna Mia Forever!
Anne Darkness
Art Bitch
Barbie
Barbie Girl
Borboletinha
be skinny
camila_nikz
Carla
Chiisana
Claire
complexaa
desconhecida
efêmera Anna
Ferzinha
Fri {Ana}
Garbagee
gi
Julie
KaH
La Anna
Lana
Lanna*
Linnah
Marcy
Mianna**
Miss T
Na
Nandinha
Netotchka
Nina
p.
Porcelain.Doll
Princess
PsicoAnna
Rex
Tangerine
Tangerine **
Tati
Usurpadora & D. Mel

HISTÓRICO DE MENSAGENS

Mensagens anteriores




<div class=category2 align="justify">To viva! :D

Morreeeeeeenndo de saudades de todas vocês! Prometi que quando voltasse de viagem iria atualizar o blog. Sim! Estava viajando, mas foi pro interior! Foi bom! Descansei bastante a mente, só por isso já valeu ;) O problema é que comi demais lá, o resultado eu vejo na minha barriga... Saco!

Não fui na nutricionista ainda :| Eu sei que deveria ter marcado uma consulta, mas desanimei depois que não consegui na primeira vez... Em janeiro vou tentar marcar de novo! Promise! (;

Pelo menos uma boa notícia, consegui me livrar do açúcar no chá!!! Sempre que tomava chá colocava açúcar, agora parei de vez! Da primeira vez estranhei bastante, da segunda nem tanto... na terceira vez já nem me lembrava mais que o chá não tinha açúcar. Acabei me acostumando com o gosto amarguinho do chá. ^^ Açúcar é caloria pura!

Humor: estável ... Tava um pouco triste domingo por causa do final de ano.. Primeiro porque não me animo com Natal e Ano Novo. Simplismente não gosto. Sinceramente eu gostaria de passar sozinha, longe de tudo e todos... Toda aquela felicidade momentânea não combina comigo... Ano passado eu até chorei... Gostaria de dormir e acordar quando tudo isso passar. Pior que depois das festas vem o vestibular.... Tentei a primeira vez pra letras e reprovei. Aff... Agora vou tentar pela segunda vez pra biblioteconomia. Na verdade era pra ser artes, mas a idiota aqui não foi capaz de passar em uma prova de habilitação específica... Não! Não precisam dizer o que eu já sei: Além de feia e gorda, é burra! No coments!

To pensando seriamente em voltar a contar calorias... Não ser tão radical quanto antes pra não acabar (mais) doente. O problema é que agora eu estou de boa... Só que eu NÃO consigo ter um meio termo. Se eu colocar na minha cabeça "preciso emagrecer" isso vai começar a me dominar de tal forma que vou parar de comer de novo... Já aconteceu duas vezes! O que eu faço?? Não consigo seguir dietas, mas quero e preciso emagrecer! >.<

Só sei que o próximo passo é não comer depois das 8 horas da noite e não beber (exceto água e chá) depois das 10 horas da noite. Eu consegui fazer isso por uns dias umas semanas atrás... try again! Espero me acostumar com isso igual ao chá sem açúcar ;D

Esse ano eu vou ser o peru de natal! : D

Obrigada a todas pelos coments ^^
Amo muito vocês! (LLLLLLL)
Bom final de ano, com muita paz, alegria, saúde, boas notícias e poucas calorias pra todas!!!! \o/

Nos vemos ano que vem! (Provavelmente depois do vestibular ¬¬')

au revoir~</div>

 



- Escrito por no food às 02h45
[ ]
___________________________________________________




Desabafo -parte II-

Que droga! Tenho me sentido tão angustiada ultimamente. É por tudo! Tudo mesmo! Final do ano chegando e com ele provas, vestibular... Sem contar os problemas de saúde... Tudo!

Primeiro resolvi começar uma dieta na quinta-feira e como tinha que sair aproveitei e fiz minhas caminhadas tudo a pé. Aí fui no banco pagar a taxa de inscrição do vestibular e tinha uma baita fila. Aí eu entrei na fila e fiquei esperando, esperando... Acho que muitas de vocês já viram fila de banco, não é uma fila reta, parece um pequeno labirinto. De repente, sei lá o que me deu e começei a me sentir sufocada por causa daquele monte de gente na minha volta. Não sei se foram exatamente as pessoas ou muita gente aglomerada num pequeno espaço, enfim... Começei a me sentir mal, não conseguia ficar de pé parada, estava um pouco tonta... Aí meu coração começou a acelerar, minha testa e minhas mãos começaram a suar e minha tontura aumentou. Pior que já estava chegando a minha vez de ser atendida, mas fui obrigada a me sentar. Ou eu me sentava ou eu desmaiava ali na fila e virava o centro das atenções de todas as pessoas do banco. Daí fui me sentar mas fiquei cuidando a fila do lugar onde estava, aí a moça que estava na minha frente demorou a ser atendida. Quando ela foi atendida eu fiquei lá na frente, ao lugar que me pertencia esperando ser atendida. A essa altura já me sentia melhor, paguei o boleto bancário e voltei a me sentar por alguns minutos pra me certificar de que realmente estava bem. Também tem o fato de que de manhã (entre 08:00 e 08:30 talvez) só tinha tomado um shake de baunilha misturado com água e um pouco de açúcar... e era 11:30 já. Pelo menos o restante do dia foi tudo normal.

Aí lembro que liguei pra minha mãe pra contar isso (Mami disse ter sido ataque de pânico. Será?) e comentei que meu pai marcou um exame pro início do mês de novembro. Achei isso MUITO estranho. Meu pai nunca foi de ir no médico... Aliás, quando ele tinha qualquer dorzinha e a gente percebia sempre falava pra ele procurar um médico e ele sempre irredutível: NÃO. As vezes até ficava bravo, ofendido quando a gente falava... Aí 'do nada' ele resolve ir por conta própria. O pior que desconfio do que seja... =s Um dia ele tava usando o pc e eu estava sentada no lado dele e ele ficou toda hora indo ao banheiro, acho que foi umas 2,3 vezes em meia hora. Aí uma hora ele comentou: "Acho que to com algum problema na próstata.". Daí eu comentei com meu irmão e ele disse que percebeu que ele tem ido mais vezes ao banheiro. Ainda por cima vi ele pesquisando sobre câncer de próstata na net... Ai Deus! Não para por aí... Quando liguei pra minha mãe e contei essas coisas a ela, ela disse que uma amiga falou: "O * (meu pai) está muito doente e não sabe." Isso sem saber que ele estava com consulta marcada no médico! Pior que desde desse dia essa frase não me sai da cabeça. E se ele estiver realmente muito doente? Pior do que estar doente é estar muito doente e foi essa ênfase na frase que me assustou. E se ele precisar de alguma cirurgia? Ou de algum tratamento caro? Por Deus! Não quero nem pensar nessas coisas, mas isso me angustia todo dia. Seja lá o que der os exames dele espero que ele fique bem! Tenho orado toda noite por ele, pela minha mãe, por mim e por outras pessoas que também precisam de oração pra que tudo de certo. E vou continuar orando até que tudo fique bem! Isso até que tem me aliviado um pouco...

E ainda não posso esquecer que a minha saúde não tá lá essas coisas né! Ainda to preocupada com essa história de doença no sangue, li que o ator Vladimir Brichta perdeu uma esposa por causa de uma doença no sangue... Que *orra! Essas coisas não ajudam! Não posso esquecer que vestibular e provas estão chegando também.

Acho que vou explodir.

Enfim, tenho que ir numa nutricionista. Só que não tenho plano de saúde e pelo nosso "maravilhoso" sistema público ainda vai demorar... Talvez mês que vem eu consiga marcar uma consulta. Enquanto isso resolvi cuidar da minha alimentação e fazer um regime por conta própria. Calma! Nada de algo muito radical até porque nem posso pensar nisso agora. Tenho em casa tudo que preciso: H2O de limão e tangerina, ADES de morango (Rico em proteína e várias vitaminas! Se bem que um copo (200ml) tem 111kcal ¬¬'), pão integral (70kcal a fatia), iogurte light (35kcal por pote!!!), biscoito salgado (cream cracker) light (umas 14kcal por bolacha!) além de margarina light sem sal, requeijão light, granola, leite de soja em pó, soja em grãos, arroz integral e vou comprar proteína de soja também! Sem contar velhos hábitos que cortei como ficar comendo de madrugada. Só preciso começar a valer com exercícios! Quinta e sexta-feira caminhei bastante, mas porque precisava sair. Fim de semana não fiz nada de nada. Enfim, espero melhorar isso. Até agora estou indo bem, me dou nota 7. :) Pelo menos desde que começei o regime (09/10) tenho me sentido menos estufada, cheia. Antes passava comendo, comendo e estava sempre com dor de barriga, sempre me sentindo cheia e agora sinto que meu estômago "respira" aliviado! Porém o caminho ainda é longo. \o

Anyway, vou parar de escrever agora. Pelo menos desabafei, me sinto melhor. Vou visitar o restante dos blogs essa semana. ^^
Se cuidem meus amores! Amo todas vocês! (L)

Au revoir!


- Escrito por no food às 03h17
[ ]
___________________________________________________




Oi meninas... tudo bem?

Bem, estou péssima. Fui no médico levar o resultado do outro hemograma e ele me encaminhou pra uma nutricionista. Ele comparou os dois hemogramas, me fez algumas perguntas (constrangedoras ¬¬) e perguntou sobre o meu vegetarianismo. A quanto tempo eu não comia carne, se eu comia frango, peixe... Que droga! O outro médico no máximo ia me receitar um remédio (Sulfato Ferroso) pra tomar e em 2 meses novos exames, pronto! Esse não... o pior é que ele ainda falou em me encaminhar pra um hematologista! =| Será que eu estou tão mal assim? Quando ele olhou meus hemogramas não disse nada, só me fez perguntas e me encaminhou pra um médico que vai me mandar comer quase 3000 kcal por dia. Ainda vem minha mãe e fala que talvez eu possa estar com alguma doença no sangue. Ah não!

Porque a gente não pode viver comendo o que quiser? Estava vendo na tv uma modelo dizendo que de manhã come um iogurte (provavelmente light que tem entre 40/50 kcal por pote), no almoço uma salada, a tarde uma fruta e a noite chá (provavelmente sem açúcar ou chás emagrecedores). Dieta perfeita! Só que infelismente EU nem posso pensar em fazer uma dieta dessas... Não sei o que eu tenho, só sei que está relacionado a comida, aí faço uma rígida dieta e pronto... Me afundo de vez! Por um lado vai ser bom ir em um nutricionista, aí ela me da uma lista de coisas que posso comer. Só espero que ela não diga que eu tenho que voltar a comer carne... Não quero! Meu corpo pode sentir falta, mas eu não sinto!

Que droga! Estava me sentindo tão bem... Continuo gorda, continuo feia, mas estava me sentindo bem. Realmente passava bem os dias. Aí com tudo isso meu bem estar foi pro espaço... Sem contar que essa terça-feira meu irmão veio com a família nos visitar. Aí ele estava sentado no sofá assistindo a novela e como não tinha lugar pra sentar, de brincadeira sentei no colo dele. Aí ele falou: "Ai! Sai de cima de mim, tu só tá flácida. Continua gorda e pesada." ... (Minha mãe diz que eu emagreci, só estou muito flácida.) Não preciso dizer como me senti... Aí hoje fiquei lembrando disso me senti tão mal, fui pro meu quarto, tranquei a porta, deitei na cama e fiquei lá por algumas horas... Meu quarto, meu refúgio, minha fortaleza...

O pior é que aquela vontade de sumir, de morrer tá voltando tudo com tudo isso que tá acontecendo... Estou me sentindo tão triste, fracassada... O pior é que final do ano tá chengando, vou tentar vestibular, curso técnico... Tenho medo de fracassar de novo. De não passar e continuar sendo uma gorda, feia, burra (e agora doente). Nada pior que isso! Me sinto horrivelmente péssima. Não aguento mais me sentir assim... As vezes tenho a impressão que não vou aguentar isso pra sempre... Se continuar assim vou acabar me matando daqui a uns anos. Uma garota feia, gorda, burra, inútil, sem graça e patética não faz falta pro mundo.

Na verdade eu gostaria de ter independência finaceira, morar sozinha num apartamento, ter um emprego que me permita comprar as coisas que eu quero e preciso e tá ótimo... Talvez fazer alguns cursos, quem sabe viajar, morar fora do país... Viver minha vida longe de tudo e todos. Não peço nada além disso, só quero ficar em paz...

Enfim, vou parar de escrever porque vocês já devem estar cansadas de ler. Beijos meninas, se cuidem.


- Escrito por no food às 00h26
[ ]
___________________________________________________




I'm here!! o/

Saudades desse lugar, saudades de vocês, saudades de desabafar... To viva sim! Continuo feia, continuo gorda mas estou aqui! Nem eu sei porque eu sumi.. Só sei que não tinha vontade de postar, sei lá.. Acho que cansei de mim mesma. Até pensei em acabar com o blog. Pensei que estava me tornando uma chata contando minhas histórias e sempre reclamando de tudo..

Ah! Faz meses que não subo na balança.. É capaz dela rir de mim se eu subir. Estava até pensando em voltar firme e forte com a "vida Ana" que eu levava ano passado, mas nem posso pensar nisso.. Pelo menos agora.

Minha saúde não está 100%... Minha mãe me levou num salão para arrumar o cabelo e descobri que meu cabelo tá muito fraquinho.. por falta de proteína... Aí ela resolveu me levar no médico e ele pediu exame de sangue, urina e tireóide.. Aí eu fiz os exames mas só meu hemograma não estava bom... O médico disse que eu estou "no limite", não estou anêmica mas também o nível não está normal. Só que o médico que disse isso não foi o mesmo que pediu os exames porque esse não estava no dia que eu fui com meu pai levar. Daí esse médico me deu a receita de uma vitamina pra tomar e disse que tratamento de anemia demora de 2 a 6 meses.. Daí como eu já tinha começado a me tratar com o outro médico, meu pai resolveu levar os exames pra ele e ele pediu novos exames.. ¬¬' Vou ter que fazer outro exame de sangue.. Dessa vez numa clínica particular porque o médico não gostou dos resultados e quer confirmar, já que ele afirma que os resultados dessa clínica que eu fiz os exames não são confiáveis. Isso quem disse foi meu pai porque não fui junto. Só espero que os novos exames não apontem novos problemas..

Enfim, tenho comido muito mal. Não tenho comido muito, nem pouco, apenas mal. Quero fazer um LF de proteínas até lá.. Até porque eu virei vegetariana a uns meses e nem me preocupei em substituir as proteínas.. Não sou radical, ainda tomo leite e como ovos, apenas não como mais carne. Comprei arroz integral, proteína de soja e quero comprar leite de soja em pó e sucrilhos. Tenho comido ervilhas (que eu adoro!!!) e quero comer bastante proteína até meus novos exames.

Só que eu sei que não começou aí.. Porque eu lembro que eu janeiro eu fui no mesmo salão e as moças disseram que meu cabelo estava fraco.. Nessa época eu ainda comia carne mas levava uma vida bem Ana.. Ficava até 2 dias sem comer, passava dias a chá, água, suco.. Uma pequena refeição de no máximo 200/300 kcal.. Aí deu nisso. Eu consegui emagrecer.. mas a que preço?? Não me adianta nada ser magra e careca...

Enfim, voltei! Bju pra todas e se cuidem!!


- Escrito por no food às 00h19
[ ]
___________________________________________________




Olá meninas! Sorry o sumiço.. Meu pc estava com problemas, não conseguia acessar minha chave, meu irmão teve que formatá-lo, reinstalar tudo... Sem contar que fim-de-semana passado fiz uma prova de um concurso público... Aí sumi mesmo!
Não se preocupem, estou viva! o/

Quanto a minha vida... continua na mesma. Esse concurso que eu fiz, de 60 questões acertei 27. Eu sei, muito burra! :/
Ainda por cima, antes da prova, as fiscais ficaram conversando sobre pessoas que conheceram e se suicidaram... Lembro da fiscal que ficou na sala falando: "Meu sobrinho que se suicidou..." e não sei quem que se jogou do 7º andar de um prédio.
Aí minha cabeçinha que já não tem muitas coisas boas ficou pensando um monte de besteiras...

Quanto a dieta... que dieta? To comendo mais que uma porca. Grrrll... Também não tenho incentivo em fazer exercícios na minha casa. Outro dia eu fiz 1 hora e 48 minutos de exercícios, quando fui contar pro meu pai sabe o que ele fez? Riu. Riu e disse não acreditar. :)

...

Minha mãe voltou. Eu estava em casa com meu pai e meu irmão do meio. São as únicas pessoas que convivo. Tenho um irmão mais velho que mora em outro lugar e um primo que de vez em quando nos visita. Só. Pois é... se não fosse a família eu seria completamente sozinha... Sei lá, família meio que tem 'obrigação' de gostar da gente, eu queria ter contato com pessoas de fora. Porém como sempre digo: Não posso obrigar ninguém a gostar de mim. Por outro lado já estou acostumada (e acomodada) com essa vidinha solitária.

Querem um belo exemplo de como me imagino no futuro? Vejam o clipe de Everybody's Fool do Evanescence. Talvez aquela seja eu... A mulher que na frente das câmeras parece ser feliz, linda e perfeita mas quando os holofotes se apagam essa imagem também vai. A mulher que na verdade é triste, sozinha, deprimida e dorme no quarto escuro. Antes eu chorava de imaginar isso, mas agora não me assusto mais. Cada um tem o que merece, e se eu não tiver é porque não mereço.

Enfim... espero que estejam todas bem. Vou passar no blog de cada uma nos próximos dias. ;)
Beijos e se cuidem.


- Escrito por no food às 02h08
[ ]
___________________________________________________







É proibido comer

Eu folheava uma revista de moda, quando de repente o olhar de uma modelo me prendeu. Era jovem, não teria mais do que 13 ou 14 anos, e seu rosto era lindo e delicado - porém extremamente triste. Seus olhos azuis cercavam-se de uma sombra escura, as faces eram encovadas e os lábios descaíam num sorriso de mentira. Diante de tamanha melancolia, e tendo o cenário atrás dela uma iluminação difusa, pus-me logo a imaginá-la um anjo caído, movendo-se por algum purgatório ou umbral, região perdida entre o céu e a terra.

Passei a página. Lá estava ela outra vez. O mesmo tipo de roupa vaporosa, o mesmo olhar, a mesma dor. Mas, talvez por força de iluminação diferente, já parecia real, mais menina do que anjo. E foi o que me fez adivinhar a razão de sua dor: ela estava com fome.

Tive certeza de que era essa a razão de sua tristeza, porque me lembrei de ter visto, meses antes, em outra menina, expressão igual. Nessa outra ocasião, eu estava no Penafiel, restaurante tradicional do Centro do Rio, um lugar que prima pela decoração simples e uma comida deliciosa e cheia de calorias. De repente, a menina entrou, acompanhada do pai. Notei de imediato a sua beleza triste. O pai, ao contrário, já grisalho e ar bonachão, parecia animado e feliz.

Sentaram-se. O pai foi logo pedindo cerveja, mas a menina, pelo que percebi, nada quis beber. Chegaram então, como entrada, empadinhas de camarão. Vi o olhar guloso do pai, apanhando-as, uma a uma, satisfeito da vida. E a menina não comia nada.

Logo chegou o prato principal. O pai escolhera um arroz de frutos do mar, com anéis de lula, pedaços suculentos de polvo e camarões imensos, derramando-se da travessa. E a menina uma salada mista, aquela salada de restaurante tradicional, com alface, tomate, ovo cozido e uns pedaços de cenoura, na certa cozidos em água e sal. Nada mais frugal. A menina se serviu e começou a comer. Levava horas para dar cada garfada, rasgando e dobrando as folhas de alface com todo critério, como se fizesse um embrulho de presente. Ou come se quisesse enganar a fome. O pai, entre risadas, oferecia a ela seu arroz de frutos do mar, insistindo, insistindo. E a menina irredutível.

Terminado o prato, o pai ainda se deu o prazer de uma sobremesa portuguesa, algo que não percebi bem o que era, mas que parecia cheia de gemas, açúcar e calorias. Comeu o doce acompanhado de uma xícara de café. A menina esperava, de braços cruzados. Quando se levantaram pra ir embora, a mocinha parecia mais deprimida do que ao entrar. Vi sua silhueta recortada contra a porta de vidro. Em seguida, desapareceu.

Fechei a revista, mas continuei pensando naquelas duas meninas tristes. E em todas as outras que vemos por aí, sempre falando em dietas, sempre tentando emagrecer. Lutando para alcançar um padrão de corpo que contraria a natureza e parece ter sido criado apenas para fazer sofrer – pois é inalcançável. Qualquer mocinha que não viva à base de alface e água - a não ser as que, por natureza, tenham a sorte de ser muito magras - vai olhar-se no espelho e chorar porque não tem aquele aspecto doentio que se vê em quase todas as páginas de moda.

É curioso. Filhos ou netos da geração que fez a revolução da contracultura, os jovens de hoje podem quase tudo, foram criados com liberdade, têm acesso a um universo ilimitado de informações e de ofertas de consumo. E talvez seja esse o problema – o excesso. Lembro que quando eu era criança, só havia dois tipos de biscoito doce. Hoje, em qualquer lojinha de posto de gasolina, há prateleiras inteiras de biscoitos de várias qualidades, recheadas ou não, com chocolate, nozes ou passas, o que for. Mas tudo isso para quê, se vivemos todos (e principalmente os jovens) torturados, com medo de engordar?

Chega a ser irônico. Lutou-se tanto para mudar o mundo e de que adiantou? Agora, quando quase tudo é permitido, alguém inventou que é proibido comer.

Texto escrito por Heloísa Seixas, escritora de romances, contos e crônicas.

Depois desse texto acho que não preciso dizer mais nada. Tem muita verdade nele... Vou linkar as novas meninas e passar no cantinho de cada uma! :*’xx e uma semana light pra todas!


- Escrito por no food às 01h34
[ ]
___________________________________________________




Um mês sem postar! Motivos: Fiquei sem internet por uns dias, preguiça, sono, frio... Sorry ! Espero que todas estejam bem!

Gostaria de esclarecer uma coisa...
Este blog NÃO é pró-ana. É apenas um blog de uma futura ex-gorda que aproveita este espaço para desabafar. Eu pró-ana? Em partes. Sou a favor de alguns métodos utilizados, como o low food e no food. Também para por aí. No meu blog eu NUNCA escrevi dicas pró-ana, dicas de como vomitar ou aquelas frases (idiotas) que eu leio em muitos blogs. Me desculpem, mas frases ofendendo gordos pra mim são preconceituosas. Eu quero ser magra, mas não é por isso que vou sair ofendendo quem não é. Eu já fiz muito nf e lf na vida, mas NUNCA incentivei ninguém a fazer. Talvez eu tenha um T.A., mas não gostaria de saber que ajudei a 'iniciar' outras pessoas neste "mundo". Aliás, nem eu nunca imaginei um dia entrar nele. Já me senti tonta e fraca muitas vezes, e eu sabia que era por não comer. Essa é a única maneira que encontrei de emagrecer. Se eu me arrependo? Sinceramente não. Se eu recomendo? Muito menos. Quer emagrecer? Procure um nutricionista.

Quanto a minha vida de come-não-come...
Aff! Semana passada comi TODOS os dias! Que raiva! Falta de controle total! Essa semana estou sendo uma porquinha também! Pretendo fazer no mínimo 2 dias de nf e exercícios. Aliás, no primeiro sábado do mês eu consegui fazer um super nf! Nem água tomei! Consegui fazer uns dias de lf também! E fiz exercícios semana passada! Mas como estava desacostumada, meu joelho ficou ruim e ainda não voltei com os exercícios! Quero me acostumar a fazer no mínimo 10 horas por semana!

Respondendo (atrasada) ao questionário:

Qual seu apelido?
Neste "mundo" de Ana's é No Food.

Qual a sua altura?
Devo ter entre 1.60 e 1.65.

Qual seu peso atual?
Faz um tempão que não subo na balança... Da última vez estava 64 kg.

Qual o maior peso que você já atingiu? Com quantos anos? Como era sua vida nessa época?
Meu maior peso foi 83 kg, mas acho que já devo ter pesado uns 85 kg. Tinha 17 anos. Era sedentária e comia muito. Minha mãe falava que meu único exercício era levantamento de bunda, de um sofá pra outro.

Qual o menor peso que você já atingiu após adulta?
Na verdade ainda quero atingir. Atualmente meu menor peso foi 64 kg.

Tem alguma foto da época do inicio de seu processo de reeducação alimentar?
Tenho aversão a fotos, quem le este blog sabe muito bem porque.

Quanto você pesava no inicio da RA? E qual a sua meta?
Não faço R.A.. Quando começei com essa vida de come-não-come estava com 72 kg. Minha meta é ser magra e conseguir manter.

Como é a sua R.A.?
Não faço R.A., atualmente faço a dieta do C.O.M.P. (Comer O Menos Possível)

Quais foram os momentos mais difíceis?
Os momentos mais difíceis foram e são as compulsões.

Quais os artifícios "extras" que você utiliza no seu processo?
Nf, lf, exercícios, frases de incentivo e fotos de mulheres magras.

Já tomou remédio para emagrecer? Como foi?
Nunca e nem quero. Porque quando você para de tomar engorda tudo de novo, as vezes até o dobro!

Qual o exercício físico que você mais gosta de praticar?
Gosto muito de fazer exercícios abdominais.

Se você pudesse entrar numa máquina e sair com o corpo dos seus sonhos, que corpo seria este?
O meu mesmo, com uns 20 kg a menos.

Novamente desculpem o sumiço... Vou tentar postar ao menos uma vez por semana.
BjO'xxx light pra todas!


- Escrito por no food às 00h52
[ ]
___________________________________________________




And I can't stand the pain
And I can't make go away
No, I can't stand the pain...


Exatamente assim que eu me sinto. Não tenho muitos sonhos. Só quero ficar em paz. Metade dos meus sonhos foram enterrados e estão perdidos em algum lugar dentro de mim.

Me sinto gorda. Me sinto burra. Me sinto feia. Os três juntos. A gordura se resolve emagrecendo. A burrice se resolve estudando. A feiura... eu não sei. O que é uma pessoa feia? Não há definição. Uma pessoa pode ser feia por vários motivos. Ninguém nunca me explicou o motivo por eu ser feia.

"O importante é o interior da pessoa." Essa frase é linda! Porém na prática é o contrário. Primeiro conhecem seu exterior. Se gostarem do que você é por fora aí sim resolvem conhecer sua alma. Primeiro a embalagem, depois o produto.

Eu tenho consciência de que se minha embalagem fosse atraente não tinha passado por 60% do que passei. Sei que muitas das vezes que fui humilhada, desprezada e deixada de lado é por ser gorda e feia.

Lembro de uma dessas situações...
Tenho dois irmãos mais velhos que eu. Meu irmão mais velho atualmente é casado. Na época que ele namorava adorava ir a um parque da cidade aos domingos. É um parque esportivo com quadra de vôlei, futebol e basquete aberto ao público. Ele sempre convidava a mim e meu irmão. Um dia fomos todos junto com meu primo. Nunca tinha ido naquele parque. Aceitei ir pra variar um pouco e sair de casa. Foi uma tarde ótima e correu tudo bem. Como nem tudo são flores, tinha que acontecer algo pra estragar meu dia. Ou melhor, minha noite. Estava anoitecendo e resolvemos voltar pra casa a pé, caminhando devagar. Eu resolvi ir um pouco na frente dos outros, andando sozinha. Estavamos numa rua quando de longe, na esquina, passava dois jovens rapazes. Eles falaram algo que eu não entendi. Constatei que se tratava de uma cantada pra mim quando ouvi uma frase que partiu ou do meu irmão mais velho ou do meu primo (não lembro exatamente quem falou) e que nunca mais esqueci: "É porque não viram de perto." E começaram a rir.

Again: É PORQUE NÃO VIRAM DE PERTO. Essa frase ecoou na minha cabeça.

Não falei nada, não fiz nada. Continuei caminhando como se não tivesse ouvido e acontecido nada. Chorei muito naquela noite. Nunca mais voltei ao parque. Eles me convidaram outras vezes pra ir mas eu sempre dizia que não. Eles perguntavam porque e eu sempre dizia que não estava com vontade. Nunca falei com eles o que eu ouvi, embora tenha me magoado muito. Pra que voltar ao parque? Pra ser humilhada e servir de piada pros meus próprios parentes? Não, muito obrigada. Prefiro ficar com a fama de ser "bicho do mato" que não gosta de sair de casa.

Outra situação foi quando eu fui subir as escadas da estação de trem. Tinha um homem que ia descendo e na posição dele eu meio que surgi 'do nada'. Quase batemos um contra o outro se não fosse eu desviar. Ouvi que ele comentou algo do tipo com um amigo: "Da onde saiu isso?" (Se bem que não foi exatamente isso, mas foi algo do tipo.)

Eu teria muito mais histórias pra contar, mas vamos deixar pros próximos posts. Agora eu pergunto: Eu precisava passar por tudo isso? Acho que estou pagando por algum pecado que cometi. Só pode!

Depois tem certas pessoas na net que me perguntam se eu tenho alguma deficiência física pra me esconder. (Sim, pra eles eu me escondo.) Essa foi a pergunta mais humilhante que alguém já me fez.

Eu não me achava feia. Achei um trabalho que fiz na 2ª série, isso em 1996, em que dizia: "Como eu sou -desenho de uma boneca sorrindo, saia e laço de fita- e em baixo estava escrito "Eu sou bonita". Porém muita coisa aconteceu de lá pra cá. Acho que essa menina bonita morreu.

Enfim, no próximo post respondo ao questionário ao qual fui intimada. Espero que todas vocês tenham uma boa semana! E desculpem o sumiço...
Vou passar no blog de cada uma agora! BjO'ss :***


- Escrito por no food às 02h12
[ ]
___________________________________________________




Culpa da pri(guiça)! xD

Sorry ficar tanto tempo sem postar, estava com saudades de vocês! ;_; *abraça*
Espero que estejam bem. ^_^/

Quero começar dizendo que estou impressionada com o que está acontecendo com algumas Ana's! Nossa querida Lovely que foi internada numa clínica, Lanna* que está com cistos nos ovários, Thina que perdeu o bebê e *LF* que descobriu estar grávida! Gostaria de desejar muita força a essas e outras meninas que estejam passando por situações delicadas também! Estamos aqui pra apoiar, ouvir (ou melhor, ler!) e ajudar no que puder, mesmo que seja por net! ;)

Quanto a dieta, não voltei a me pesar. Mas domingo consegui me controlar e segunda tive uma pequena compulsão. :/ Porém terça-feira é um novo dia! ^^

Gostaria de dizer "obrigada" a todos que me deram os parabéns! Mas sem o apoio de vocês eu não teria ido tão longe! Então também tenho que dizer "obrigada". :)

No post passado acho que exagerei um pouco dizendo que não acredito em amizade e amor. Acho que acredito um pouco... só que mais pros outros do que pra mim! Na net eu tenho bastante amigos e espero um dia poder trazer muitas dessas amizades pra real life! E tenham certeza que todas vocês fazem parte das pessoas que eu quero conhecer. ;)

Quanto ao meu humor ele se altera diariamente. Tem dias que eu to de boa, tem dias que eu até consigo rir com algumas coisas e tem dias que aquela tristeza vem e se instala em mim. Aí eu começo a pensar em um monte de coisas que me deixam mais triste e fico pior. =/

Ontem tentei miar! Tinha acabo de comer e estava sozinha em casa! A Mia não gosta de mim! Eu não consegui! Sinceramente não sei dizer se isso é bom ou ruim... E minha mãe viajou e eu vi dois estiletes no guarda-roupa dela e começei a pensar um monte de m**** !!! Acho que não preciso dizer o que né? Só espero não fazer... embora eu mereça!

Quero terminar esse post com uma frase que Andie me disse domingo no messene: "Um dia seremos recompensadas por cada lágrima..."
E eu espero por esse dia! ;)

BjuX'xxx e boa semana! (:


- Escrito por no food às 23h20
[ ]
___________________________________________________




Olá meninas! ^_^/ Desculpe o sumiço, nem eu sei porque sumi. Estava com saudades de todas T_____T

A balança foi generosa na minha última pesagem: 64 kg! Quero me cuidar essa semana pra ela ser mais generosa na minha próxima pesagem, que eu não sei quando vai ser. Um tempo atrás me pesava toda segunda-feira, mas ultimamente tenho jacado demais! Aí nem tenho coragem de subir na balança... Mas aquele 64 me animou! Quero ver 62 ou 61 da próxima vez! *_* Porém sei que para isso terei que ser uma boa menina em relação a comida. u_u

Os 64 kg me fizeram pensar... Iniciei o blog a uns 3 meses com 72 kg .. Isso significa 8 kg eliminados! (Igual a Marcy!) Não teria conseguido isso se não fosse a força e o apoio de vocês, mesmo que virtualmente. Chego até a me emocionar lembrando de alguns comentários. ^^ Em maio de 2006 eu pesava horríveis 83 kg! Foi um belo tapa pra tomar vergonha na cara e começar a emagrecer! Ao todo são 19 kg eliminados de lá pra cá. Mas minha meta se tornou 45 kg, ou seja, faltam mais 19 kg! Estou apenas na metade do caminho... E espero chegar até o final! Agora que cheguei até aqui não vou desistir! Haverá quedas, tropeços, choros, lágrimas, lamentações... Mas não irei desistir até subir numa balança e vê-la marcando 45! Eu preciso ser magra, preciso me sentir magra, preciso me ver magra! Não é um sonho, é um objetivo! E não quero isso por futilidade, só quero me sentir bem comigo mesma. Acreditem... No fundo eu sei que isso vai me fazer um pouco feliz. Ser feliz não é ser magra, mas dependendo da pessoa pode contribuir para isso! E eu sei que vai pra mim! Não quero sentir vergonha do meu corpo... quero sentir orgulho dele!

Não adianta a gente olhar pro corpo da Gisele Bündchen e dizer "eu queria esse corpo". Ela teve a sorte de nascer assim e soube cuidar pra mantê-lo bonito. O corpo que a gente nasceu vai morrer com a gente. Só depende de nós transformá-los. Assim como nossas vidas...

Eu passei por muita coisa na vida, principalmente quando era pequena. Era beliscada na creche que eu frequentava quando tinha 4 anos, duas meninas desprezaram a minha companhia na escola quando eu tinha 7 anos (nunca fiz nada pra elas), fui humilhada injustamente na frente de toda a turma por uma professora quando tinha 9 anos, no fim do mesmo ano um colega desistiu de participar do Amigo Secreto da turma porque tinha me tirado... (Dia do Amigo, Amigo Secreto... Não tenho boas lembranças a coisas relacionados a amigos, deve ser por isso que não acredito em amizade.) Sem contar as vezes que já fui ridicularizada e chamada de feia em diversas situações. Talvez se não tivesse passado por tudo isso ou não tivesse dado importância a muitos desses acontecimentos, seria uma pessoa completamente diferente hoje.

"A marcas que o tempo não cura..." Hoje sou uma pessoa insegura e infeliz. Os poucos amigos que tinha perdi contato. Não acredito que alguém vai gostar de mim como amiga muito menos me amar. "Você parece ser tão legal." Já ouvi essa frase diversas vezes no messene... Mas por tudo que me aconteceu me tornei completamente insegura em relação as pessoas. É como se meus amigos da net não fossem mais gostar de mim ao me conhecer pessoalmente ou ver uma foto minha. Sei lá, espero que isso passe algum dia...


- Escrito por no food às 23h34
[ ]
___________________________________________________